Archive for the 'Labin' Category

A costa leste

Sabado foi o dia de mudar de ares e me dirigir para o outro lado da costa da Istria, mais especificamente para Labin, uma cidade pequenininha, de uns 10 mil habitantes!!!

Para variar tambem, Labin nao eh uma cidade litoranea. Tudo bem, o mar esta ali pertinho, em Barac, a uns 5km de distancia, mas mesmo assim, jah foi uma mudanca!!!

O que nao variou mito foi o esquema cidade-fortificada-em-cima-de-um-monte-com-uma-igreja-no-topo!!! hehehe

E por falar em mudancas, a chegada em Labin tambem representou uma.

Eu estou com um guia da Lonely Planet da Croacia, emprestado de uma amiga da Zri, ja que nao da para ficar carregando os guias maiores que eu trouxe. Para todas as outras cidades que tinha ido, havia um mapinha no guia, que sempre ajudava no momento do desembarque na rodoviaria e me indicava o caminho ate o centro de informacoes turisticas.

Mas nao tinha mapa de Labin, apenas uma indicacao de que a rodoviaria ficava na parte baixa (e nova) da cidade e que o escritorio de informacoes ficava na parte alta. Portanto, desci do onibus e dei um giro 360 procurando a cidade alta.

Pois eh, nao encontrei…

Sai andando, seguindo o maior fluxo de pessoas e de carros, na esperanca de que eles estivessem indo para o centro da cidade.

Deu certo!!! Cheguei no centro da cidade nova onde achei um mapa grandao indicando mais ou menos o caminho ate a cidade velha.

Nossa, que bela subida!!! A parte alta era realmente ALTA!!! hehehe

Com um mapa em maos, sai perambulando pela cidade fortificada, que nao eh muito grande.

Mas como foi dificil me achar!!! Com certeza aquela msica do U2, ‘Where the streets have no name’, foi escrita em homenagem a Labin!!! 😀

Passei pela Igreja do Abencoado Nascimento da Virgem Maria, onde estava acontecendo um casamento!!! Nao pude entrar e ver como era por dentro… uma pena!!!

O meu proximo destino era esse predio rosa do lado esquerdo da igreja. O predio, um antigo palacio, abriga hoje o museu da cidade de Labin e era uma das atracoes recomendadas da cidade.

Bom, para o museu fazer sentido, preciso contar um pokinho sobre a historia de Labin, mas prometo ser rapida!!!

Labin eh conhecida por suas minas de carvao e sempre foi portanto uma cidade industrial. As minas estao fechadas ha quase 30 anos, mas muito da cidade ainda permance ligada a essa industria.

Os predios na cidade nova eram antigas residencias dos mineradores e portanto nao sao muito bonitos de se ver.

Historia contada, vamos ao museu. Eles reproduziram no subterrneo do museu o ambiente de uma verdadeira mina de carvao!!!!!!

No momento que ia comecar minha visita, a mocinha da recepcao me avisou:

– Esta aqui eh a saida dessa ala, entao nao preocupe, voce vai sair, ok?

Posso garantir que aquele aviso nao me deixou mais tranquila!!! hehehe

Vou deixar algumas fotos, na sequencia da minha visita. Percebi que nao da muito para visualizar o tamanho dos corredores por ausencia de pontos de referencia, mas digo a voces que nenhum dos tuneis tinha mais de 1,5m de altura e que por varios metros eu estive quase engatinhando!!! Ah, e que o flash se fez muito necessario para as fotos!!!

Adicione um ruido alto, de varias coisas acontecendo ao mesmo tempo e voce tem um ambiente bem claustrofobico!!!

Foi demais!!! Muito bem feito!!!

O segundo andar do museu contava a historia da cidade, desde a parte da mineracao, ate os anos de governo de Tito, o periodo de guerra que sucedeu sua morte e tambem o pos-guerra. E no terceiro estava instalada uma exposicao de gravuras, de um artista chamado Renato Percan, que eu achei bem legal!

Saindo do museu, fui ate uma das torres da antiga fortaleza que circunda a a cidade velha, de onde consegui uma vista panoramica da cidade nova…

… e tambem pude enxergar a cidade de Barac e o mar!

Ainda nao satisfeita com as panoramicas, subi ate o topo da torre da igreja.

Nao foi tao impactante como em Rovinj, mas deu para ter uma ideia!

Desci da torre e fui dar um passeio pelas ruelinhas, sempre estreitinhas e pitorescas!

Ja eram quase 14h e tinha combinado de encontrar um amigo da Zri, o Palac, que mora e trabalha em Labin. Ele me levou de volta a alguns ponto da cidade velha e deu seu olhar de arquiteto para algumas coisas que eu nem tinha reparado.

Depois descemos ate Rabac no carro dele.

Segundo o Palac, o mar por aqui eh o mais limpo em toda a costa por causa do bura, um forte vento que sopra nessa regiao e leva todo o lixo embora!!! Nao tem muito como duvidar com um mar dessa cor, neh?!?!?

Mas a nao ser que a intencao seja ir para a praia, a cidade nao tem muitos atrativos. Hoteis e mais hoteis intercalados com bares e restaurantes.

Paramos em um bar para descansar e acabamos tomando uma caipirinha, com limao de verdade!!! Porque descobri que limao para eles eh aquele amarelo e que o verdinho como temos ai no Brasil eh a lima…

Por fim, voltamos para Labin e ele me levou ate um parque onde todo ano acontece uma grande reuniao de escultores e artistas, que normalmente deixam alguns de seus trabalhos por lah, formando um verdadeiro jardim de esculturas.

Alem disso, todo ano um escultor eh escolhido para construir 20m da ‘Estrada Branca’, uma grande calcada que ganha 20m a cada ano, cada pedaco construido no estilo de seu artista!

E para os que pedem fotos em que eu apareca, ai esta a minha foto em Labin!!! hehehe

Anúncios

Total de...

  • 196,484 visitas... ou viagens!!!