Archive for the 'Cidades' Category

Peço licença…

… para pular os tres últimos fins de semana que passaram e chegar diretamente ao domingo que acabou de passar!!!

Só para eu mesma me cobrar, aí vao os posts que eu estou devendo:

  • 27/10 – Rožnov pod Radhoštěm e o Museu Valaquiano, com suas casinhas de madeira;
  • 28/10 – Luhačovice, uma cidade spa, com suas fontes de água termal;
  • 03/11 – Brno, segunda maior cidade da Rep. Tcheca;
  • 04/11 – Telč e sua indescritível praca central, tombada pela UNESCO;
  • 10/11 – Bratislava, capital da Eslováquia e que fica a um pulinho do outro lado da fronteira;

Mas porque esse domingo foi tao especial?

Bom, eu já tinha tido um pequeno teste no meio da semana retrasada, mas ontem foi meu primeiro dia de neve caindo!!!!!!!

Sim, quer coisa mais besta? O povo aqui reclamando da bagunca e eu feliz e contente pulando na neve! Mas vamos comecar do comeco…

Sábado já nao tinha sido um dia muito bonito e o passeio de domingo, uma visita a um chateau aqui pertinho seguida de uma caminhada na floresta, tinha sido cancelada pelo Nenad devido a previsao de tempo ruim no domingo.

Fui dormir no sábado no maior mau humor. Domingo seria meu primeiro dia sem nada para fazer em Zlín e eu realmente fiquei aborrecida só de pensar em ficar trancada no hotel só por causa de um pouquinho de chuva (ah, se eu soubesse!).

Acordei no domingo lá pelas 9h, olhei pela janela e o tempo parecia bem firme, nem sinal de chuva!!!

Mandei na hora uma mensagem para nosso guia, solicitando uma revisao no cancelamento :mrgreen: !!! Ele topou fazer o passeio, mesmo a contragosto e ainda acreditando na previsao do tempo!!! Arrastei a Arjana e a Fabby junto e agora fico pensando quantas vezes elas quiseram me matar durante o passeio!!! 😀

Saimos nós em direcao a Vizovice, há apenas 25 minutos de trem de Zlín! Já no trajeto, a neve comecou, de leve…

Chegamos e fomos direto ao chateau, que é uma gracinha, mesmo sem o céu azul para emoldurar as fotos ou muito verde para alegrar o ambiente.

chateau.jpg 

O chateau tem um jardim que deve ser muito bonito na temporada primavera/verao. Agora, ele está mais para assustador, mas tudo bem…

alameda.jpg 

… o lago dá uma salvada no visual!

 lago.jpg

Saimos de lá seguindo uma daquelas famosas trilhas marcadas nas árvores!

A neve nao parou um segundo e a tempestade foi comecando a ficar mais pesada… e eu cada vez mais empolgada, tirando fotos!!!

quasebranco.jpg 

tocos.jpg

O Nenad ficava falando: Carla, em pouco tempo, voce vai rir por estar empolgada com tao pouca neve! Sábio Nenad…

Paramos nesse abrigo para decidir que trilha seguir, como se fosse um último momento para desistir…

parada.jpg  parada2.jpg

…mas fomos em frente!!! Vou deixar agora voces com a beleza do mundo branco que encotramos ao longo das 3h de caminhada!!!

mundobranco.jpg 

mundobranco2.jpg

mundobranco3.jpg

mundobranco4.jpg

mundobranco5.jpg

mundobranco6.jpg

mundobranco7.jpg

mundobranco8.jpg

Claro, eu brinquei de montao nesse monte de neve!

emmaos.jpg

brincando.jpg

 eu.jpg

Nao dá nem para esconder o sorriso de felicidade!!! Parecia crianca!!! Foi lindo, lindo, lindo!!!

Nunca vou esquecer esse dia tao mágico!!!

Mas o mais legal foi ver que a mulherada nao desce do salto nem nesse tempo tao, tao… PERFEITO!

pegadas.jpg

Rota vermelha – parte 2

Ainda no Kaptol, fui andando ate o Dolac, uma feira gigante a ceu aberto, onde todos os dias varias barracas oferecem frutas, legumes e verduras, alem de souvenirs.

piquenique.jpg

A variedade de frutas eh menor do que imaginava, afinal, trata-se de um clima mediterraneo. Eu imaginei que a oferta fosse maior. Pude encontrar maca, pessego, nectarina, uva e melancia, que foi a que mais me surpreendeu. Eles tambem tinham pera, mas pelo preco, imagino que nao seja epoca.

dolac-tripla.jpg

Subindo um pouco mais, pela rua Ivan Tkalčić, existem muitas barracas vendendo roupas, a maioria de fabricacao propria, seguindo a tradicao da primeira industria de Zagreb: a textil.

potok.jpg

Essa regiao marca a fronteira entre o Kaptol e o Gradec, que no passado foi palco de muitas disputas.

kaptol-gradec-dupla.jpg

A regiao do Gradec eh bem mais comercial, com muitos barzinhos, restaurantes, cafes e lojinhas.

gradec-tripla.jpg

O engracado por aqui eh que bar eh bar, cafe eh cafe e restaurante e restaurante. Ou seja, nao chegue no bar esperando encontrar petiscos ou qualquer tipo de comida, nem no restaurante, achando que vao existir varias opcoes de cafes e sobremesas.

Continuando a subida, na rua Pavle Radić, cheguei ao Portao de Pedra, umas das quatro antigas entradas para a cidade e a unica ainda existente. Esse portao nao eh o original, jah que um grande incendio consumiu-o em 1731.

Diz a lenda, que enquanto o fogo destruiu toda a estrutura perto do portao, a pintura da Virgem que existia por perto fico intacta. O local hoje eh considerado milagroso.

virgemcommenino.jpg

Atravessando o portao, segui ate aIgreja de Sao Marco, cujo telhado eh muito famoso e simbolo da cidade.

igrejadesaomarco.jpg

Assim como a catedral, esta igreja tambem esta em reforma, atividade que se espalha pela cidade. Pelo que a Zri me falou, eles aproveitam o periodo do verao, quente e secco, para realizar todo tipo de construcao.

Um dos ultimos pontos da rota vermelha foi a Igreja de Santa Catarina, que eh a favorita da Zri, mas que eu nao pude ver por dentro porque estava fechada.

igrejadestacatarina.jpg

Na praca que fica atras da igreja existe uma escultura de um artista famoso por aqui, mas que eu achei um tanto quanto deselegante !!! 😛

pescadorcomserpente-dupla.jpg

O tour chega ao fim na torre Lotrščak (duvido que um dia eu consiga pronunciar isso!!!). Essa torre, que servia como protecao para a cidade, ainda hoje mantem a tradicao de disparar o canhao no alto da torre, exatamente ao meio-dia.

torrelotrscak2.jpg

Ao pe da torre fica um mirante da Cidade Baixa.

vistazagreb.jpg

vistazagreb3.jpg

vistazagreb4.jpg

Na ultima foto, reparem bem ao fundo no centro, uma chamine. Eh nessa direcao que fica a casa da Zri.

Alem disso, da para perceber bem a fronteira entre o centro turistico e a cidade: quando acabam os telhados vermelhos, pode ter certeza que voce saiu do centro!

Roteiro na Croácia

Faltando menos de uma semana para chegar na Croácia, aí vai um rascunho do roteiro que seguir no mês que estiver por lá!

Chego em Zagreb no dia 27, lá pelas 13h se não atrasar meu vôo no Brasil. Se atrasar, perco a conexão e chego no fim da tarde, então esse primeiro dia vai ser perdido.

Pretendo ficar uns 10 dias em Zagreb, hospedada na casa da Zri, assim terei bastante tempo para explorar a capital!

Como tira gosto, algumas fotos tiradas do site www.croatia.hr .

zagreb-panoramica.jpg

Zagreb - vista do rio

Zagreb

Zagreb

Depois de conhecer um pokinho de Zagreb, quero ir em direção ao litoral que dizem ser maravilhoso. No caminho para a costa, um ponto importantíssimo de parada serão os lagos de Plitvice.

 Plitvice - Panorâmica dos lagos

Esse parque natural tombado pela UNESCO é formado por inúmeros lagos em diferentes altitudes circundados por uma densa floresta. Se for metade do que aparenta ser nas fotos… 🙂

Plitvice

Minha primeira parada no litoral será em Zadar, cidade natal da Zri, localizada na região da Dalmácia.

 Panorâmica de Zadar

 Zadar

Em Zadar existe um órgão que é tocado pelas ondas do mar !!! Se quiser conferir, aí vai um link do You Tube: sea organs – music from nature

Depois de conhecer a família da Zri e a cidade dela, preciso decidir se vou para o norte, conhecer o litoral da Istria, ou se desço para Split e Dubrovnik, as duas cidades mais conhecidas do país. Mas para isso, a Zri vai me ajudar !!!

Croácia

Continuando as pesquisas sobre os lugares por onde irei passar, vou começar a falar um pokinho sobre a Croácia. Os planos são de passar 1 mês por lá, hospedada em Zagreb, mas com pretensões de conhecer bastante a costa do país, que é tida como uma das mais bonitas da Europa!!!

A Croácia está dividida em 8 regiões, sendo duas continentais e 6 litorâneas.

Regiões da Croácia

Este país, ainda não muito famoso por aki como destino turístico, está sendo cada vez mais escolhido como país de veraneio pelos europeus. Nós, por enquanto, só lembramos deles na época da Copa, com seus uniformes de toalha de piquenique !!! 😀

Até 1991, este país fazia parte da Iugoslávia. Nesse ano, a Croácia declarou independência e iniciou-se uma longa guerra, primeiramente contra a própria Iugoslávia e em um segundo momento, contra os sérvio residentes na Croácia, estes últimos apoiados pelo governo sérvio. O conflito durou até 1995, quando a Croácia venceu a guerra e pôde ser declarada um país independente.

A região da antiga Iugoslávia foi até bem pouco tempo palco de muitos conflitos por congregar em um pequeno espaço muitas etnias diferentes. Ainda hoje é considerada por muitos uma região “instável” e talvez por isso ainda não tenha um forte apelo turístico.

Mas este cenário deve mudar em poucos anos. A Croácia é candidata a entrada na União Européia e na OTAN e deve começar a desfrutar das vantagens turísticas de fazer parte da comunidade.

Deixa eu ir curtir antes que vire modinha !!! hehehe

 Nos próximos posts vou tentar destrinchar cada região e encontrar os atrativos de cada uma !!! Por enquanto, ficam alguma fotos !!!

Alguns cartões postais da Croácia

Um pokinho sobre Zlín

Bom, enquanto a viagem não chega, é bom fazer um poko de pesquisa sobre os locais pra onde eu vou !!!

 E a primeira escolhida é: Zlín, claro !!! 😀

Localização de Zlî

Esse pontinho vermelho qause abandonando a Rep. Tcheca é a cidade onde vou fazer meu intercâmbio do IAESTE e  existe essencialmente por causa de uma pessoa: Tomáš Baťa. Ele fundou uma empresa de calçados em 1894, quando a cidade tinha apenas 3.000 habitantes. Quando ele morreu, em 1932, por causa de um acidente de avião, a cidade já tinha crescido para 35.ooo habitantes !!!

 O nome desse grande emprendedor está em muitos prédios públicos e pontos turísticos da cidade. Sua empresa cresceu muito, expandiu pela Europa, Ásia e chegou até a Argentina.

Tomáš Baťa contruiu a cidade segundo dois princípios urbanistas que eu nem vou me atrever tentar explicar, mas por causa dessas influências, a cidade tem bastante parques e áreas verdes e a maioria dos prédios tem a mesma cara, com seus tijolinhos vermelhos e formato quadrado.

Distrito de Letná

Hoje a cidade tem 80.000 habitantes e desde 2001 abriga a Tomáš Baťa University (TBU), onde vai acontecer meu intercâmbio.

Bom, acho q já deu pra ter uma idéia!!!


Total de...

  • 195,660 visitas... ou viagens!!!