Arquivo para novembro \29\-05:00 2007

Acabou!

Essa semana a producao de novos posts foi fraca por essa é minha última semana de trabalho aqui no laboratório, entao estou em ritmo acelerado, tentando finalizar tudo que meu supervisor passou para eu fazer!

No fim das contas foram:

–  16 experimentos (todos muito parecidas, nao vou entrar em detalhes, mas estava sintetizando novos compostos! Opa, até parece que é uma coisa super importante! 😀 );

–  Cada um gerou uma média de 3 produtos que tiveram que ser tratados, pesados e caracterizados por ponto de fusao e análise de infravermelho;

– 5 experimentos deram mais trabalho e tive que separar os produtos através de uma coluna cromatografica (esse arco-íris aí da foto!);

coluna.jpg

– A cada experimento tive que purificar pelo menos uma das amostras,  o que gerou mais um montao de trabalho.

Ou seja, para aqueles que acharam que eu tava na vida boa, enganou-se!!! 😆

Mas vou sentir falta do pessoal do laboratório, principalmente da Hanka, essa fofurinha aí da foto abaixo que sempre ajudou muito quando estávamos perdidas no meio da vidraria do lab!!!

hanka.jpg 

E para matar a curiosidade, esse é o meu supervisor, Prof. Dr. Stanislav Kafka!

kafka.jpg 

Bye bye, lab!!! :mrgreen:

Andando na neve

Olha, eu sei que vou ser linchada por alguns, mas eu estou A-MAN-DO a neve!!! Os dias com neve sao bem menos frios do que eu imaginei que seriam, as ruas nem ficam assim tao sujas e zoneadas nos dias que se seguem e o cenário fica muito lindinho!!!

zlinbranca.jpg

Mas melhor do que estar na cidade com neve é sair andando na floresta toda branquinha! Andar na neve é quase tao puxado quanto andar em praias de areia fofa, mas como a temperatura é baixinha, voce nao sente aquele cansaco derivado do calor!!!

 neve.jpg

Como sei que esse tipo de passeio é exclusividade da minha temporada européia, estou tentando aproveitar ao máximo! Há duas semanas, pedi ao meu supervisor para sair mais cedo do laboratório para ir andar até um castelo que fica aqui pertinho de Zlín!

Fomos em 5 pessoas de onibus até a cidadezinha de Lukov e pegamos uma trilha até o castelo de mesmo nome.

inicio.jpg 

A trilha comecou nessa estátua aí em cima. Quem adivinha que horas eram?

 aofundo.jpg

Acertou quem disse 15:50!!! Sim, nem eram quatro da tarde e já estava esta escuridao… quase já nao dá para ver a cidade de Lukov ao fundo, já que fotografar na neve, a noite, é muito mas muito difícil mesmo! 😦

Mesmo sem muitas fotos, acho que dá para voces terem uma idéia da nossa pequena aventura!!! Foi muito legal passear nas ruínas do castelo já quase sem luz alguma, percorrendo os pátios cobertos de neve, como um pequeno labirinto inteirinho pintado de branco!

castelo.jpg 

Na hora de voltar, diria que faltou uma lanterna… mas deu tudo certo e em meia horinha estávamos na cidade, congeladinhos, esperando pelo onibus para voltar a Zlín!

congelada.jpg

Um pulinho do outro lado da fronteira

Uma das coisas que mais me deixam fascinada aqui na Europa é a facilidade em se dar um pulinho em outro país!

Claro, desde que com o devido visto ou permissao de entrada! Mas as distancias sao extremamente convidativas!

Nós nao abusamos muito deste recurso por aqui porque a Arjana precisa de visto para entrar em todos os países, por ser da Bósnia, entao cada viagem para fora da Rep. Tcheca significava que ela tinha que ficar sozinha em Zlín. Portanto, evitamos.

Mas naquele fim de semana ela nao queria ir viajar, entao aproveitamos!

Fomos conhecer a capital da Eslováquia, cujos dois monumentos mais famosos nao sao lembrados exatamente por suas belezas… 😕

O primeiro a receber críticas é o castelo!

 castelo_vista.jpg

Muitos desmerecem o pobrezinho, dizendo que mais parece uma mesa virada ao contrário, com os pés para cima. Ok, a arquitetura externa nao é das mais originais, mas também nao precisam ficar difamando o castelo…

Tendo em vista o segundo desastre arquitetonico, o castelo pode ser considerado MA-RA-VI-LHO-SO !!! 😆

novymost3.jpg 

Sim, esse OVNI aí em cima nao é cenário de nenhum filme de ETs, nao!!! Essa belezinha é a Nový Most, ou Ponte Nova, construida durante o período comunista e símbolo do regime naquele país!

Considerando a ponte, pode-se desenhar uma linha divisória entre a Bratislava antiga e a nova. Aliás, que desenhar que nada. O rio Danúbio já faz isso muito bem! 😀

Sim, Bratislava é mais uma das cidades cruzadas por esse famoso rio que também passa por outras duas capitais: Austria e Budapeste!

Mas vamos ao nosso passeio!

O tempo estava uma droga naquele sábado, com um vento mais do que gelado soprando e uma chuvinha incessante que desoncorajava qualquer um a passear livremente pela cidade.

 sol.jpg

O sol até tentava aparecer, mas nao teve sucesso!

Fomos entao direto para o castelo, ver se conseguíamos nos abrigar.

castelo21.jpg 

castelo31.jpg

Devo dizer que discordo das críticas. Mesmo nao sendo o castelo mais bonito que já vi, este é bastante imponente, lembrando um pouco o que visitamos em Brno, com linhas simples, mas bem simpático!

castelo41.jpg 

Mas a visita ao interior do castelo custaria muito mais do que estávamos dispostos a pagar, entao desistimos!

Buscando nos guias o que fazer com aquele tempo, decidimos ir até o castelo de Devín, situado a uns 9km do centro de Bratislava.

Como nosso onibus saia perto da hora do almoco, resolvemos correr até o centro para comer alguma coisa antes de pegar o onibus.

centro.jpg 

O centro de Bratislava é uma gracinha, mesmo com a chuva estragando o humor das fotos.

centro2.jpg 

Além disso, espalhadas pelo centro, existem várias estátuas escondidas na paisagem, como essa do trabalhador saidno do bueiro e olhando o movimento…

mtolegais.jpg 

… ou desse fotógrafo, estilo papparazzi!

mtolegais2.jpg 

Achar comida a um preco razoável foi bem difícil e acabamos em um fast-food italiano 😦 .

Com a barriga cheia, corremos para pegar nosso onibus.

Mas qeu bela decisao de ir até Devín!

devin_vista.jpg

devin_eu.jpg

As ruínas do castelo no alto dessa formacao rochosa é de admirar!

devin_torre.jpg 

Parece que o castelo foi esculpido e nao construido…

 devin.jpg

Mas ao contrário do que afirmava o guia, o castelo estava fechado 😦 ! Demos uma volta por fora mesmo, um pouco chateados, mas aproveitando para admirar o ponto onde o rio Morava (que corta toda regiao da Rep. Tcheca onde estou) se encontra com o Danúbio!

Saímos de Devín de volta para Bratislava decididos a pegar outro onibus para outro castelo, com um estilo mais romantico, altamente recomendado pelos nossos guias!

emreforma2.jpg

Decepcao número dois! Nao só o castelo estava fechado, como ele estava em reforma!!! 😦

O frio estava apertando, a Fabby e o Masa já estavam quase congelados, decidimos procurar um lugar para tomar alguma coisa quente!

Foi a melhor coisa que fizemos durante o dia!

Deem uma olahdinha nessa sopinha, especialidade eslovaca! Creme de alho com croutons!

sopa.jpg 

Hummmmm, tava muito boa!!!

Voltamos aquecidos para Bratislava, mas sem muito tempo para passear e conhecer a cidade…

 palaciogoverno4.jpg

Uma passada rápido pelo palácio do governo…

palaciogoverno3.jpg

Algumas fotos dos prédios que passavam pelo nosso caminho…

predios31.jpg 

predios21.jpg

… e foi só!

É, nao tivemos muito sucesso no planejamento dsta viagem e com a ajuda do Sao Pedro, ficou tudo ainda mais atribulado…

Tudo bem, mais um motivo para voltar um dia e conhecer a cidade com calma e céu azul! 😀

Ops!!!

😯

Estava aqui me divertindo com os temas do WordPress e acabei mudando o layout da página!!!

😯

Só que estou sem minha tradicional foto do aviao com aquele lindo céu ao fundo, entao até amanha, vai ficar essa foto estranha aqui no blog…

Ops!!! 😳

Atualizando… mudei de novo o tema, mas continuo sem foto…. o azulao fica aí até amanha, ok? 😳

A menor que voce vai amar!

Plagiando só um pouquinho uma frase do repórter Seth Kugel, que foi tema de um post lá no VnV, comeco aqui meu post sobre Telč.

Essa cidadezinha (bota INHA nisso!) é a única dentre as que postei por enquanto que pode (e deve!) fazer parte de um roteiro de quem montar base em Praga. Como para nós ela era ligeiramente fora de mao (4h de viagem de Zlín), nós encaixamos a visita a Telč no fim de semana em que fomos a Brno.

Dormimos em Brno e partimos de manha para conhecer essa cidade, com uma praca central tombada pela UNESCO e com um castelo eleito como um dos mais belo da Rep. Tcheca!

Meu guia até tinha um mapa de Telč mas… para que mesmo?

A cidade é muito pequenininha, com a praca central e o castelo rodeados por um rio que acaba por delimitar a zona turística! Do lado de fora, algumas casinhas, dois cemitérios e duas igrejas, mostrando que o movimento por lá é realmente no lado religioso!

Mas chega de blá-blá-blá e vamos conhecer Telč?

 praca3.jpg

Comecando pela praca central!

casas7.jpg

Dá para entender porque foi tombada, nao?

O passatempo na cidade é percorrer a praca reparando em cada uma das casinhas, seus detalhes…

 casaverde.jpg  casaverde2.jpg

 casas41.jpg

Uma mais linda do que a outra!

No centro da praca, como toda boa praca, uma estátua!

estatua2.jpg 

O mais interessante eram as quatro árvores que emolduravam a estátua, cada uma em um estágio do outono! 😀

estatua21.jpg 

A praca tem um formato meio triangular e no vértice final, fica localizado o castelo, do lado direito, e mais uma igreja, do lado esquerdo.

casas21.jpg 

Nao entramos diretamente no castelo, fomos primeiro fazer uma rota de reconhecimento pelo lado externo, circundado pelo rio, que de tao largo até parece um lago.

castelo_fora.jpg 

castelo_fora2.jpg 

lago3.jpg

castelo_fora3.jpg 

Ok, imagino o que voces estao pensando… mas nao era para ser um dos mais bonitos?

Nao que eu tenha achado o castelo feio, mas devo confessar que esperava mais… nao pudemos conhecer o interior, apenas o pátio interno, talvez as salas sejam muito bonitas…

Nao importa! Eu gostei!

castelo_patio6.jpg 

 castelo_patio7.jpg

O pátio é muito agradável, principalmente porque aquela hora o tempo tinha firmado e o sol ajudava a transmitir uma sensacao ainda melhor!

castelo_patio.jpg 

 castelo_patio4.jpg

Realmente a melhor parte do castelo é este pátio!

castelo_corredor.jpg 

castelo_detalhe.jpg

Quando saimos do castelo, a praca já estava mais cheia de carros e grupos de turistas que acabavam por manchar as fotos. Ainda bem que mesmo sem o céu azul, deu para conhecer a praca em sua forma mais pura!

fabbyeeu.jpg 

Foi um domingo muito tranquilo e agradável na menor cidade em que já estive!

Vale a visita, com direito a muita calma para apreciar todos os detalhes e nao deixar nada passar desapercebido!

detalhe.jpg 

Mini-Praga?

Se voces soubessem quantas vezes ouvi ou li essa expressao… mas nunca para falar da mesma cidade!!! 😆

Nao sei se é só para usar a fama da capital ou se porque existem tantas cidades aqui na Rep. Tcheca com a mesma estrutura: um grande castelo no alto de um morro, um rio cruzando a cidade e muitas igrejas e museus ao redor do centro histórico, fato é que existem muitas mini-Pragas espalhadas por aqui.

vistacastelo.jpg

Mas, seja por qual motivo, Brno é conhecida como uma versao em miniatura de Praga, com menos turistas, mas também sem todo o charme daquela que é considerada uma das mais belas cidades da Europa! Feita essa observacao, paro por aqui as comparacoes, já que elas de nada vao adiantar!

catedral4.jpg

Brno vale a visita, sem dúvidas! A cidade foi muito destruida durante a II Guerra Mundial e hoje passa por muitas obras de reconstrucao, visando a entrada na lista de patrimonio histórico da UNESCO e assim atrair mais investimentos para o turismo. Portanto, partes da cidade ainda tem bastante tapumes e telas de protecao que atrapalham a paisagem, mas sabendo olhar, dá para ver uma cidade muito bonita!

O que mais me chamou atencao em Brno nao foi o castelo da primeira foto ou a imponente catedral de Pedro e Paulo, da segunda, mas sim as construcoes!!! A cidade tem muitos prédios lindinhos, com detalhes que mostram como vale a pena passear pelas ruas dessa cidade.

predios_detalhes.jpg 

predios.jpg

predios2.jpg  predios3.jpg

Mas vamos voltar aos dois principais pontos turísticos da cidade.

castelo5.jpg

O castelo de Špilberk, situado como todo bom castelo no alto de uma colina, chama atencao pela simplicidade de suas formas. Nada muito rebuscado e por isso mesmo muito bonito.

 castelo2.jpg  castelo3.jpg

castelo4.jpg

Além disso, seus largos pátios passam uma sensacao muito agradável, mesmo quando o tempo e as árvores sem folhas teimam em passar a impressao de um filme de terror!

castelo_patio21.jpg 

Saindo do castelo, descemos em direcao a Catedral, esta sim, muito imponente com suas torres góticas dominando a paisagem da cidade.

 castelo_vista2.jpg

catedral2.jpg  catedral_detalhe.jpg

E para nossa surpresa, uma noiva esperava do lado de fora para entrar!!!

catedral_noiva.jpg

Casamento por aqui só aparenta ser igual ao nosso… ou pelo menos esse que vimos nao tinha nada a ver! A noiva estava fora da igreja junto com os convidados, batendo papo, com o noivo ao lado. Quando deu o horário, os cerca de 20 convidados entraram e ficaram em pé no fundo da catedral. A noiva entrou em seguida e o padre comecou a cerimonia com todos em pé mesmo, ali no fundo. Nao sei se tinha que pagar mais para sentar, mas sei que foi muito estranho 😯 !

A cidade ainda tem grandes pracas com muitas ruas só de pedestres ao redor…

pracacentral.jpg

(praca central) 

… todas elas com alguma estátua no meio…

estatua1.jpg

(estátua na praca das verduras, representando vários heróis gregos)

… e alguma interessante igreja por perto!

saojaco.jpg  saojaco2.jpg

Mas a grande surpresa de Brno para mim foi essa igreja aí embaixo!!! Nao sei se foi porque estava esse sol lindo (que durou uns 30 minutos 😦 ), mas sei que simpatizei muito com ela!!! Foi uma pena a gente nao ter conseguido entrar!!!

igreja.jpg 

igreja2.jpg  igrejal3.jpg

O grande problema de Brno? A companhia!!!

Tres russos, do programa Erasmus, acompanharam a mim e a Fabby na viagem, sempre atrasados ou lentos… mas também, com essas botas vermelhas (de salto finissímo, por sinal), quem aguenta andar rápido, nao é mesmo?

companhia.jpg

Luhačovice

Continuando a cumprir minhas dívidas, vamos ao passeio que fiz no dia seguinte a excursao. Para compensar a quantidade de pessoas no dia anterior, fui sozinha passear em Luhačovice, uma cidade com águas termais, tipo Águas de Lindóia!

O cartao postal da cidade é esse coreto com um bebedouro no meio, de onde se pode experimentar a água que brota das fontes ao redor da cidade (muito ruim, por sinal!!! 😕 ).

 cartaopostal.jpg

A cidade é muito pequenininha mas muito simpática, com os hotéis, spas e prédios importantes da cidade no mesmo estilo, todas desenhadas pelo mesmo arquiteto.

casas.jpg  casas3.jpg

casas4.jpg  casas2.jpg

casas5.jpg

Mas o objetivo principal do dia era andar!!! Luhačovice está situada no meio de uma regiao montanhosa, conhecida como Bílé Karpaty e tem muitas trilhas saindo da cidade em direcao as montanhas. O outono ainda reinava naquele fim de semana e eu queria era aproveitar as cores da floresta!!!

outono2.jpg

Essa estacao é mesmo demais! Todas as folhas estao, na verdade, morrendo mas a cerimonia de despedida é realmente fantástica, nao?

 outono3.jpg

E no finzinho, ficam todas amarelinhas e ainda cobrem o chao de fogo!!!

outono4.jpg

O vento bate e elas chovem na nossa cabeca!!! Lindo, lindo, lindo!!!

O caminho que segui foi esse aí da foto, completando uns 8km.

trilha.jpg 

Comecei seguindo o rio que corta a cidade…

rio2.jpg

rio3.jpg

Fui subindo até achar a fonte do rio, esse mega lago todo circundado por hotéis para os visitantes do spa.

lago1.jpg  lago2.jpg

Depois fui cruzando os arredores da cidade, onde muitas casas tem nomes de pessoas! Mas nao achei nenhum chamada Carla… ou Karla, pelo menos!!!

Depois me enfiei no meio da floresta, onde fiz as fotos lá de cima. No meio do caminho encontrei coisas estranhas, como essa cruz no meio do nada.

crucifixo.jpg 

De repente, um veadinho cruzou meu caminho!!! Depois que susto passou, achei aquilo o máximo!! 😆

Cheguei entao nesse laguinho no meio da floresta…

laguinho.jpg 

… e o caminho seguiu por parte escuras e estranhas da floresta… que medo!!! Ainda bem que passou rápido!!!

medo.jpg   medo2.jpg

A trilha terminou sem problemas, no centro da cidade, mas precisamente no prédio do correio…

 correio.jpg

… onde essa estátua representou muito bem a serenidade que me acompanhou durante todo o dia!!!

estatua.jpg

Rožnov pod Radhoštěm

Eu sei, o nome a princípio assusta, mas eu já nem percebo… acho que já me acostumei a trombar com esses palavroes!!! 😀

A visita a essa cidadezinha foi organizada pelo pessoal do IAESTE aqui de Zlín e incluiu como meio de transporte um onibus que eles alugaram. Resultado: EXCURSAO!!!

  excursao.jpg

Sim, fomos em quase 30 pessoas, entre os estudantes do IAESTE, da bolsa Erasmus e amigos dos responsáveis pelo IAESTE em Zlín!!! Voces sabem como eu A-DO-RO esse tipo de viagem, mas tudo bem…

A primeira parada do passeio foi no Museu Valaquiano, um museu a céu aberto (dizem que é o primeiro do mundo) que recria o ambiente de Rožnov na época em que a cidade era um importante spa para tratamento de doencas do aparelho digestivo.

As cidades na regiao da Wallachia eram todas feitas de madeira e a intencao do museu era preservar esse tipo tao frágil de construcao!

Me acompanhem em uma voltinha pelo museu, onde algumas casas sao réplicas perfeitas enquanto outras foram realmente transportadas lá para dentro!

 valaquiano.jpg

valaquiano2.jpg

valaquiano3.jpg

valaquiano4.jpg  valaquiano6.jpg

valaquiano5.jpg

 valaquiano7.jpg

Pudemos também entrar nas casas e ver como a vida na regiao nao era nada fácil. Em um mesmo comodo, espremia-se toda a família, em camas pequenas e arranjadas ao redor do forno a lenha! As criancas dormiam em cima do forno para se manterem aquecidas durante o inverno.

Mas mesmo assim, ainda sobrava um espacinho para os brinquedos!

 casaprefeito.jpg

Apesar dessa casa pertencer ao “prefeito” da cidade, que tecnicamente era mais rico, deu para ver que a vida por lá era bem dura! Enquanto a família vivia apertada em um único comodo, um grande quarto/sala para visitas sobrava vazio no segundo andar!

casaprefeito3.jpg 

Na despensa, macas e diferentes graos, moidos na moenda da própria cidade, que nao pudemos conhecer por ser baixa temporada 😦 !

casaprefeito2.jpg 

Para voces verem como as pessoas se apertavam, deem uma olhada nesse quarto, onde o artesao transformava a própria cama em mesa de trabalho!

 artesao.jpg

A igreja, apesar de simples, é muito bonitinha, mas nao pudemos tirar fotos de lá. Fiquem só com um detalhe em madeira em um dos túmulos que circundam a igrejinha.

 igreja_detalhe.jpg

Saímos do museu em direcao a montanha Radhost, onde almocamos em um restaurante típico, que fica em uma dessas casinhas aí embaixo…

radhost.jpg 

… e logo depois do almoco, sacrilégio!!! Teríamos que subir até a igreja (aquela bem lá no fundo) no alto da montanha!!!

 objetivo.jpg

Imaginei como o povo chiou, né? Mas tudo bem, no fim, todos subiram.

subindo.jpg

No meio do caminho, a estátua daquele que dá nome a montanha: Radhost, ou Radegast.

 radegast.jpg

Esse é o nome do deus da fertilidade ou da hospitalidade que aqui na Rep. Tcheca dá nome a uma cerveja, óbvio!!! :mrgreen:

Essa montanha serve como pista de esqui durante o inverno. Pelo que saiba, já tem 17cm de neve por lá, mas ainda é pouco para se abrir a pista!!!

 montanha.jpg

pistaesqui.jpg

Apesar de termos subido por 2h, nao pareceu!!! Estava batendo papo em portugues (que saudades!!!) e nem vi o tempo passar!!!

Finalmente chegamos ao nosso objetivo: essa igreja, também no estilo valaquiano, inteira de madeira!

 igrejanamontanha.jpg

Pena que nao estava aberta, queria muito conhece-la por dentro! E pena também que o tempo também nao estava ajudando… a neblina estava baixando e tivemos que descer quase que correndo!!!

 chegamos.jpg

Na verdade os que realmente tiveram tempo para respirar um pouco antes de descer foram esses aí da foto… quanto comecamos a descida, ainda tinha gente subindo!!! hehehe

Peço licença…

… para pular os tres últimos fins de semana que passaram e chegar diretamente ao domingo que acabou de passar!!!

Só para eu mesma me cobrar, aí vao os posts que eu estou devendo:

  • 27/10 – Rožnov pod Radhoštěm e o Museu Valaquiano, com suas casinhas de madeira;
  • 28/10 – Luhačovice, uma cidade spa, com suas fontes de água termal;
  • 03/11 – Brno, segunda maior cidade da Rep. Tcheca;
  • 04/11 – Telč e sua indescritível praca central, tombada pela UNESCO;
  • 10/11 – Bratislava, capital da Eslováquia e que fica a um pulinho do outro lado da fronteira;

Mas porque esse domingo foi tao especial?

Bom, eu já tinha tido um pequeno teste no meio da semana retrasada, mas ontem foi meu primeiro dia de neve caindo!!!!!!!

Sim, quer coisa mais besta? O povo aqui reclamando da bagunca e eu feliz e contente pulando na neve! Mas vamos comecar do comeco…

Sábado já nao tinha sido um dia muito bonito e o passeio de domingo, uma visita a um chateau aqui pertinho seguida de uma caminhada na floresta, tinha sido cancelada pelo Nenad devido a previsao de tempo ruim no domingo.

Fui dormir no sábado no maior mau humor. Domingo seria meu primeiro dia sem nada para fazer em Zlín e eu realmente fiquei aborrecida só de pensar em ficar trancada no hotel só por causa de um pouquinho de chuva (ah, se eu soubesse!).

Acordei no domingo lá pelas 9h, olhei pela janela e o tempo parecia bem firme, nem sinal de chuva!!!

Mandei na hora uma mensagem para nosso guia, solicitando uma revisao no cancelamento :mrgreen: !!! Ele topou fazer o passeio, mesmo a contragosto e ainda acreditando na previsao do tempo!!! Arrastei a Arjana e a Fabby junto e agora fico pensando quantas vezes elas quiseram me matar durante o passeio!!! 😀

Saimos nós em direcao a Vizovice, há apenas 25 minutos de trem de Zlín! Já no trajeto, a neve comecou, de leve…

Chegamos e fomos direto ao chateau, que é uma gracinha, mesmo sem o céu azul para emoldurar as fotos ou muito verde para alegrar o ambiente.

chateau.jpg 

O chateau tem um jardim que deve ser muito bonito na temporada primavera/verao. Agora, ele está mais para assustador, mas tudo bem…

alameda.jpg 

… o lago dá uma salvada no visual!

 lago.jpg

Saimos de lá seguindo uma daquelas famosas trilhas marcadas nas árvores!

A neve nao parou um segundo e a tempestade foi comecando a ficar mais pesada… e eu cada vez mais empolgada, tirando fotos!!!

quasebranco.jpg 

tocos.jpg

O Nenad ficava falando: Carla, em pouco tempo, voce vai rir por estar empolgada com tao pouca neve! Sábio Nenad…

Paramos nesse abrigo para decidir que trilha seguir, como se fosse um último momento para desistir…

parada.jpg  parada2.jpg

…mas fomos em frente!!! Vou deixar agora voces com a beleza do mundo branco que encotramos ao longo das 3h de caminhada!!!

mundobranco.jpg 

mundobranco2.jpg

mundobranco3.jpg

mundobranco4.jpg

mundobranco5.jpg

mundobranco6.jpg

mundobranco7.jpg

mundobranco8.jpg

Claro, eu brinquei de montao nesse monte de neve!

emmaos.jpg

brincando.jpg

 eu.jpg

Nao dá nem para esconder o sorriso de felicidade!!! Parecia crianca!!! Foi lindo, lindo, lindo!!!

Nunca vou esquecer esse dia tao mágico!!!

Mas o mais legal foi ver que a mulherada nao desce do salto nem nesse tempo tao, tao… PERFEITO!

pegadas.jpg

Quase esqueci do albergue

Achei que tinha acabado meus posts sobre Praga, mas percebi que esqueci de contar sobre os albergues!

Nossa decisao para ir a Praga foi tomada meio em cima da hora, porque demorei para conseguir confirmacao de todos os envolvidos, entao fui fazer reserva no albergue na quarta feira.

Tenho sempre procurado por albergues no site da Hostelling Intenational (que eu nao vou linkar aqui de propósito) porque achei que como eles tem tantas exigencias, existiria pelo menos um padrao mínimo que eu poderia esperar no hostel.

Já na Croácia percebi que padrao e albergue sao duas palavras que dificilmente estarao na mesma frase, mas também nao tive nenhuma grande surpresa desagradável.

Bom, voltando… na quarta nao consegui fazer contato com o hostel (Traveler’s Hostel Prague, sem link também!), mas na quinta quando finalmente o fiz, eles me disseram que nao poderiam reservar para menos de 72h do check-in, mas que nós poderiamos nos hospedar lá tranquilamente porque eles estavam com quartos vagos.

Chegando em Praga, fomos direto ao albergue que tinha sim quartos disponíveis, como havia me falado o atendente. Perfeito, certo?

Nao, errado… o preco que eles queriam pelo quarto era mais de 50% mais do que estava no site da HI. Comentamos essa diferenca e o atendente disse que nao sabia que site era esse (!!!), mas que com tantos sites de reservas de hostel, ele nao tinha certeza. Ele disse entao que se eu mostrasse para ele o site com o preco, ele cobraria o menor!

Em 2 segundos o site da HI estava aberto e ele viu que eu estava certa… mas deu para trás no acordo de cobrar o menor preco!!! Sim, na cara dura ele comecou a enrolar e falou que seria impossível cobrar o preco mais baixo!!! 😡

Ainda bem que tinha saido de casa previnida, com o contato de 3 outros hostéis. Ligamos para todos (nenhum erafiliado a HI), checamos precos, disponibilidade e localizacao e decidimos pelo Sir Toby’s, um albergue que fica afastado do centro, mas a apenas 10min de bonde dos principais pontos turísticos.

1.jpg

Foi ótimo! Os quartos era limpos, os banheiros também e todos os atendentes foram muito educados e prestativos. Além disso, como eles próprios sabem do ponto fraco do hostel, oferecem um desconto no passe que dá direito a 24h de transporte em Praga (onibus e bonde). Ou seja, por apenas 50Kč (5 reais) o problema da localizacao estava resolvido!

5.jpg

Recomendadíssimo!

Ps: as fotos foram tiradas do site do hostel, com autorizacao!

Ps2: considerando que um hostel afiliado ao HI nao sabia qual era o site da HI, diria que minha confianca nessa associacao desabou um pouco! Troquei o link da HI pelo do Hostelworld e do Gomio.


Total de...

  • 203.129 visitas... ou viagens!!!